Investidor Inteligente
Compartilhe esse conteúdo!

Advent compra ações da Estácio, Hypermarcas tem alta no lucro, Odontoprev

Estácio (ESTC3)

Mercado Internacional

As bolsas europeias fecharam a sessão desta sexta-feira em queda, pressionadas pela divulgação de fracos resultados corporativos.

As bolsas dos EUA fecharam o pregão desta sexta-feira sem direção única com o Dow Jones registrando leve valorização de 0,15% aos 21.830 pontos pressionados por uma série de balanços fracos.

As bolsas asiáticas encerraram a sessão desta segunda-feira majoritariamente em alta apesar de preocupações com a escalada das tensões na Península Coreana e dados chineses mais fracos do que o esperado.

Na Europa, os principais índices acionários da região estavam operando em majoritariamente em alta sustentados principalmente pela forte alta do preço do minério de ferro que se deve ao PMI da indústria siderúrgica da China que registrou o valor mais alto desde abril de 2016.

O petróleo do tipo Brent caia -0,13% na manhã desta segunda-feira com o barril sendo cotado a US$ 52,15 enquanto o minério de ferro negociado no porto de Qingdao registrou alta de 7,23% a US$ 73,70.

Ibovespa

A bolsa brasileira fechou o pregão desta sexta-feira em alta de 0,34% aos 65.497 pontos com investidores mantendo uma certa cautela diante da queda das bolsas internacionais.

Nesta segunda-feira, o Ibovespa deve abrir em alta repercutindo o comportamento positivo das bolsas internacionais na qual é sustentado pela forte alta do preço do minério de ferro após um indicador positivo na China.

Ações / Notícias:

JBS (JBSS3) – A empresa convocou para primeiro de setembro uma reunião de acionistas pedida pelo BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). Os acionistas discutirão as medidas a serem tomadas pela companhia em defesa de seus interesses, inclusive aquelas relacionadas a potenciais perdas causadas por gerentes e acionistas controladores envolvidos em atos ilícitos, de acordo com comunicdo da CVM em 26 de julho. Notícia neutra, pois já era esperada que essa reunião aconteceria após o envolvimento dos irmãos Batistas em alguns casos de corrupção. Os irmãos Batistas por ora estão proibidos de promover qualquer mudança estrutural no grupo J&F Investimentos até a produção final da Polícia Federal sobre o envolvimento deles nos casos de corrupção que estão sendo investigados. Além do pagamento bilionário que fará a justiça brasileira, a JBS ainda sofre processo nos EUA, onde seus títulos são negociados em ADRs, devido a corrupção praticada no Brasil, podendo assim incorrer em novas multas de valores consideráveis, além das já previstas, sem contar que o IPO da sua unidade JBS Foods em Nova York ficou bastante comprometido. Logo, tendo em vista todos esses acontecimentos, não recomendamos o investimento nas ações da companhia no atual momento.

Açúcar e Álcool – De acordo com o Valor, após grande pressão dos usineiros, o governo decidiu recuar parcialmente do aumento do PIS/Cofins sobre o etanol e deve reduzir a atual alíquota para o combustível, vigente desde a semana passada. A decisão, no entanto, não mexe com a alta dos impostos para gasolina e diesel, que foram mantidos. A decisão foi comunicada pelo secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Eduardo Guardia, e por autoridades da Receita Federal durante a reunião realizada na quinta-feira com representantes do setor sucroalcooleiro. Notícia positiva para empresas como a Cosan (CSAN3) e a São Martinho (SMTO3) que são do setor sucroalcooleiro e com a redução dos impostos estas empresas poderão repassar tal redução para seus produtos, o que ajuda a aumentar a demanda por estes.

Hypermarcas (HYPE3) – A companhia divulgou o resultado do 2T17 em que registrou receita líquida de R$ 852,3 milhões um crescimento de 5,6% em relação ao mesmo período do ano passado. Tal crescimento se deve ao aumento de preços e também ao aumento de volumes. O Ebitda atingiu R$ 318,9 milhões entre abril a junho deste ano contra R$ 305,0 milhões no mesmo período do ano anterior, o que representou uma margem de 37,4% ante 37,8% registrado no mesmo intervalo do ano anterior. A leve queda na margem ebitda foi devido a queda na margem bruta que foi parcialmente compensada pela redução nas despesas com marketing e vendas. Já o lucro líquido totalizou R$ 238.6 milhões um avanço de 35,50% em relação ao mesmo período do ano anterior, na qual fora impulsionado principalmente pela forte melhora no resultado financeiro líquido que foi de R$ 26,0 milhões positivo contra R$ 51,1 milhões negativos. Notícia positiva, pois o resultado da Hypermarcas foi considerado bom, principalmente devido a forte posição de caixa da companhia após a venda de alguns de seus ativos. Gostamos do case da Hypermarcas devido a resiliência do seu negócio (produtos farmacêuticos), além deste possuir perspectivas bastante favoráveis no médio e longo prazo, com investidores interessados em seu negócio farmacêutico, sem contar que a companhia tem uma situação financeira bastante confortável após a venda de alguns de seus ativos. Porém por ora preferimos …seja um assinante e leia nossas análises completas.

Estácio (ESTC3) – As ações da companhia educacional subiram 14,7% na sexta-feira com a inesperada compra de 7 milhões de ações da Estácio pela Advent (fundo de private-equity). Segundo o jornal Valor Econômico, dias antes o grupo já havia comprado 8 milhões de ações. Atualmente a Advent detém cerca de 5% da companhia e seu objetivo é chegar a 15 a 18% da mesma. Enquanto isso, o empresário Chaim Zaher, dono da Estácio, se prepara para subir sua participação de 10,5% para 19,5%, onde segundo fontes o empresário já tem cerca de US$200 milhões do Bradesco e outros US$250 do Credit Suisse para financiar a aquisição. A estratégia é que cada um não supere 20% de participação na empresa, caso em que seriam obrigados a comprar 80% da empresa, devido ao chamdo “tag along”. Vale lembrar que ano passado Chaim chegou a planejar uma oferta por 36% da Estácio, quando a Kroton estava planejando comprar a mesma. Este movimento vem acontecendo também porque dentro da Estácio o conselho de administração apresentou uma proposta onde qualquer acionista que atingir 20% precisará, além de estender a oferta aos minoritários, pagar um prêmio de 30% sobre o valor médio das ações dos últimos 30 dias. “Após a
oferta hostil da Kroton, criamos mecanismos para assegurar a governança da companhia. O ágio de 30% está em linha com as recomendações do Novo Mercado”, disse ao Valor João Cox, presidente do conselho da Estácio. As ações da Estácio (ESTC3) estão sendo negociadas a 11,2x lucros para 2017 e um PEG ratio de 0,7x (contra 1,54x da Kroton e 1,15x da Ser Educação). Acreditamos que as ações ainda continuam … seja um assinante e leia nossas análises completas!

Odontoprev (ODPV3) – De acordo com o jornal Valor Econômico o mercado de planos odontológicos teve crescimento de 7,5% nos últimos 12 meses encerrados em março deste ano. Apesar da recessão ter afetado duramente as operadoras de convênios médicos no Brasil, com perda de beneficiários decorrente das altas taxas de desemprego, o mercado odontológico continua em alta sustentado pelo i) menor custo ao usuário, ii) sua valorização como benefício do empregado pelas empresas e iii) menor perfil de sinistralidade. Notícia positiva para a Odontoprev, que tem um modelo de negócio resiliente e apresenta histórico crescente de rentabilidade ao acionista. Com suas ações em queda de -1,15% no acumulado do ano e 7,08% no mês, vemos um possível ponto de inflexão para a companhia, visto o aumento da margem operacional e crescimento do lucro líquido no 4T16 e 1T17. A Odontoprev negocia a 16x lucros dos últimos 12 meses e a 25,2x lucros para 2017, levemente abaixo do seu histórico de 27x lucros. Embora não seja uma ação com … seja um assinante e leia nossas análises completas.

Paranapanema – A companhia, em conjunto com seus principais credores, formalizou o terceiro aditamento ao acordo standstill assinado em abril, de forma que seus efeitos vigorarão até 20 de agosto de 2017. Nesse período, ‘’ os credores anuentes comprometem-se a não tomar medidas relacionadas a cobrança de seus créditos, inclusive abstendo-se de vencer antecipadamente obrigações de pagamento de principal ou juros, executar garantias, ou fazer apontamentos voluntários nos cadastros dos órgãos de proteção ao crédito em decorrência dos instrumentos financeiros e/ou de dívida bancárias elencados no acordo de Standstill. Notícia neutra, pois a Paranapanema irá ganhar um alívio em relação as suas dívidas, porém tal alívio será de tempo curto, ou seja só até o próximo dia 20 de agosto como diz a matéria. Não gostamos do case da Paranapanema, já que a empresa tem um nível de endividamento bastante elevado (Dívida bruta/patrimônio líquido = 7,54x), além de ter também uma liquidez corrente em um nível bastante comprometedor (0,61x) o que penaliza o giro dos seus negócios. No setor temos recomendação para as ações da … seja um assinante e leia nossa análises completas.

 

YourContentHere

Fique Atualizado sobre o Mercado!

Assine nossa lista de e-mails e receba dicas e conteúdos exclusivos sobre ações!