Investidor Inteligente
Compartilhe esse conteúdo!

Hypermarcas pode estar em processo de venda, segundo Reuters e Valor Econômico

Aqueles que já nos acompanham sabem que gostamos de Hypermarcas (HYPE3) e temos falado positivamente da empresa desde o começo do ano. Desde o início de nossa recomendação, a companhia já distribuiu 0,70 centavos de dividendos e pagou mais R$1,30 de volto aos acionistas a título de redução do capital.

Além disso, nos últimos 3 meses, enquanto a Bolsa caiu -2,35% as ações da Hypermarcas subiram 8,03%. No total, já tivemos rentabilidade superior a 12% nos últimos 2 meses com suas ações.

Hoje a coluna de Lauro Jardim, do Globo, noticiou que João Alves de Queiroz Filho, o Junior (controlador da Hypermarcas), tem 3 propostas do exterior para vender a companhia.

As ações Hypermarcas (HYPE3) sobiram +3,83% em meio aos rumores de venda. Porém, em comunicado divulgado nesta segunda-feira em resposta a esclarecimento feito a pedido da CVM, a Hypermarcas afirmou ter solicitado aos seus acionistas João Alves de Queiroz Filho e Maiorem S.A de C.V que se manifestassem sobre o teor da notícia. Em resposta a essa solicitação, a Hypermarcas foi informada que inexistem quaisquer tratativas relativas à venda de suas participações na Companhia.

De acordo com fontes ouvidas pela Reuters, as três empresas interessadas seriam a Johnson & Johnson, Novartis e Takeda Pharmaceutical. Famílias donas das empresas de investimentos Igarapava Participações e Maiorem SA de CV, que detém uma participação combinada de 34% da Hypermarcas contrataram as unidades de bancos de investimento do Bradesco e do Credit Suisse para assessorar a venda, disseram as fontes. Nenhuma das empresas interessadas apresentou ofertas ainda, afirmou uma das fontes à agência.

Já no dia seguinte ao anúncio da potencial venda a estrangeiros, o jornal Valor Econômico informou que a companhia estaria de olho em oportunidades de fusão no país, preferencialmente com outro laboratório de capital nacional. De acordo com uma fonte ouvida pelo jornal, a companhia já teria contratado bancos que poderiam auxiliá-la em uma eventual operação, entre os quais o Bradesco. Outra fonte comentou que a idéia é buscar um parceiro nacional para a combinação dos negócios

Conforme ressaltamos há tempo, Hypermarcas está com um balanço financeiro extremamente fortalecido após a venda das unidades de descartáveis e cosméticos.

No Brasil espera-se que mais de 50% da população brasileira esteja acima de 50 anos em 20 anos (de 20% atualmente).

Sendo uma farmacêutica competitiva, com marcas fortes, liderança no mercado brasileiro, e fortes vantagens competitivas, Hypermarcas é um ativo invejável a qualquer investidor estrangeiro que busque crescimento e rentabilidade.

Não foi sem motivos que, no dia 17/02, alertamos a nossos clientes para a oportunidade de aumentar posição nas ações quando o JPMorgan rebaixou as ações de Hypermarcas em meios as resultados neutros do 4T16. Vemos como positiva a notícia, pois caso a companhia seja vendida, os acionistas minoritários receberiam os direitos de tag along.

Não descartamos que uma potencial oferta esteja em curso atualmente pelo controle da Hypermarcas. Os recentes casos de fusões e aquisições no segmento de saúde visto nos últimos anos, tais como a venda da Amil para a United Health, a compra de 19% da Profarma pela AmerisourceBergen Corporation ou a compra da rede de farmácias Onofre pela CVS – todos a preços bilionários – apenas confirmam esse fato.

Apesar do guidance de crescimento para este ano ser baixo e Hypermarcas negociar já próximo do valor justo das suas ações – assine para ler nosso relatório de valuation da companhia –  caso de alguma oferta de compra se concretize, provavelmente teríamos um prêmio pelas ações, que implicaria em tag along.

A julgar pelos eventos recentes do setor de drogarias e saúde, não descartaríamos múltiplos de valuation esticados em uma potencial compra. Os acionistas de Hypermarcas agradecem e aguardam ansiosos!

Fique Atualizado sobre o Mercado!

Assine nossa lista de e-mails e receba dicas e conteúdos exclusivos sobre ações!